Marcas que Testam em Animais



Com a invasão de ativistas ao Instituto Royal para o resgate de cães Beagle usados em testes de medicamentos, cosméticos, agrotóxicos, produtos químicos industriais entre outros, felizmente surgiu o interesse da população em saber quais marcas testam em animais. O Instituto nega o nosso direito de saber quais são seus clientes. Mas a notícia boa é que está chegando agora no Brasil o CrueltyFree.

"Para quem não conhece, é uma ONG inglesa. Eles fazem uma auditoria nas empresas de cosméticos, em todas as fases do produto. Se averiguarem que não tem nenhum tipo de teste com animais dão aquele famoso selo do coelho. E assim nós consumidores podemos ter a certeza de que aquela empresa e o produto que formos comprar é realmente livre de crueldade." Luiza Mell em seu site.

Você também pode procurar na embalagem alguma informação a respeito ou entrar em contato com o SAC da empresa para saber.

Para marcas multi-nacionais, a PETA.org, ONG que se dedica aos direitos dos animais, tem uma lista sempre atualizada das empresas que realizam os testes em animais. Abaixo está a lista de outubro de 2013 das que eu conheço. Lista completa aqui.

Avon

Close-Up

Iams (ração para gatos, P&G)

Johnson & Johnson 
Acuvue, Band-Aid, Clean & Clear, Carefree, K.Y., Johnson's, Listerine, Neutrogena

L'Occitane

L'Oreal
Biotherm, Garnier, Giorgio Armani, Lancôme, Kiehl's, Maybelline, Ralph Lauren, Vichy

M.A.C. Cosmetics

Mary Kay

Michael Kors

P&G
Always, Clairol, Dolce & Gabbana, Downy, Gillete, Hugo Boss, Head & Shoulders, Gucci, Lacoste, Olay, Pantene, Pampers, Vicks

Revlon

Shiseido Cosmetics

Unilever
Axe, Dove, Comfort, Lux, Suave, Sunlight, Sunsilk, Signal, Vaseline



Resposta da L'Oréal

"Para alguns novos ingredientes, os métodos alternativos ainda não são capazes de assegurar a total segurança dos nossos consumidores, como a possibilidade de um ingrediente causar alergia na pele, por exemplo. Por essas razões, uma mínima parcela de ingredientes (menos de 1%) ainda precisam ser testados em animais (apenas em ratos de laboratório).L'Oréal vem trabalhando e investindo fortemente para acabar de vez com a necessidade de realizar testes em ratos de laboratórios, na busca incessante por soluções através de pesquisa avançada e desenvolvimento de tecnologias de ponta. Mas a solução virá mais rapidamente pelo trabalho coletivo e inteligência compartilhada entre agências regulatórias e instituições acadêmicas. Caso queira mais informações sobre o assunto, você também pode acessar o site http://answers.loreal.com/animaltesting/en/"

Resposta da PETA para Mary Kay

"A Mary Kay esteve na lista "Livre de crueldade" da PETA por mais de duas décadas, por isso, ficamos surpresos ao saber que ela está pagando por testes em animais na China."

Resposta da Unilever

"Em âmbito global, a aplicação de testes em animais é a exceção e não a regra na Unilever e utilizada muito raramente e apenas quando não há método alternativo disponível (testes em laboratórios ou modelos computadorizados) ou quando a legislação de um país realmente exigir e não existir alternativa segura. A Unilever deseja eliminar a realização de testes em animais da legislação, mas isso leva tempo, pois cada país tem diferentes diretrizes sobre o tema."

Resposta da Johnson & Johnson

"A Johnson & Johnson esclarece que não realiza testes em animais para nenhum dos seus produtos de higiene e beleza produzidos no Brasil. Globalmente, a empresa não realiza testes em animais para nenhum dos seus produtos, de higiene e beleza, exceto em casos de exigência da legislação local de algum país em que a empresa esteja presente."

Resposta da P&G

"Eliminamos o uso dos testes em animais para a avaliação da segurança de produtos não alimentares e não farmacêuticos. A única exceção se faz quando tais testes são requeridos por lei ou quando nenhuma outra alternativa exista para confirmar a segurança dos ingredientes ou de produtos inéditos no mercado mundial. A segurança dos nossos consumidores vem sempre em primeiro lugar. Assim, temos o dever e a responsabilidade ética de nos certificarmos da segurança dos nossos produtos para os nossos consumidores, suas crianças e para o meio ambiente." Resposta completa http://www.pg.com/pt_BR/contact/

A China exige os testes. O correto seria não entrar na China e não dizer que é contra e que faz testes apenas lá.

A mídia afirmou que não há outros meios senão fazer as experiências em animais. As próprias respostas das empresas que realizam, confirmam que existe sim formas de não usá-los. Quanto aos medicamentos, se você pesquisar, vai encontrar vários casos de remédios que foram bem em animais e quando ministrados em humanos foram fatais, provando que só o teste em pessoas é eficaz.

Cheque a longa lista de empresas livres de crueldade:
http://www.peta.org/living/beauty-and-personal-care/companies/default.aspx

Deixe um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...