Cachorros que estão na Moda

Buldogue Francês



Buldogue Francês

Nos últimos dois anos, aumentou 40% a procura por um filhote de "frenchie" nos canis do Rio de Janeiro, cidade que abriga o maior número de cães da raça no país. É exótico, estranho, mais os donos acham que a palavra que os define melhor é "dócil". Um filhote de pedigree custa, em média, R$ 5 mil. Lembrando que adotar um cão abandonado é sempre a melhor opção.


A moda de cachorros no passado:

Meados de 2000 | Shih Tzu
O cão ainda é um dos mais cobiçados do momento em todo o país. Dizem que o Shih Tzu saiu do Tibet para a corte chinesa em meados do século XVII.

Início de 2000 | Pitbull
Os melhores amigos dos lutadores de jiu-jítsu fizeram barulho e vítimas. Os poucos que estão por aí, só podem andar de focinheira.

Final de 90 | Golden Retriever
Espécie de primo cabeludo do labrador, o Golden é um cão mais tranquilo, principalmente quando adulto.

Meados de 90 | Labrador
Amarelo, preto ou chocolate, o dócil grandalhão, que adoro um banho de mar, caiu na graça dos cariocas com seu espírito aventureiro.

Início de 90 | Yorkshire
De pelos lisos e amarelados, o pequeno cão de companhia teve um boom e soube administrar a fama. Até hoje é uma das raças mais populares do Brasil: 12.140 foram registrados.

1980/1990 | Poodle
Reza a lenda que nove em cada dez famílias cariocas tiveram um poodle, de preferência branco. De uns tempos para cá, sumiram. Ano passado, apenas 54 exemplares foram registrados no Brasil Kennel Club.

1980 | Pastor Alemão
Com seu grande porte, o cão habitou os quintas e varandas de muitas residências cariocas. É considerada até hoje uma das raças mais numerosas do mundo.

1970 | Pequinês
O pequeno cão de origem chinesa marcou época. O último exemplar famoso, Pepezinha, de Vera Loyola, morreu em 2002. Ano passado, seis foram registrados no Rio de Janeiro.


Fonte: Revista O Globo

Categoria(s):

Deixe um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...